segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Sobre a maternidade e o preconceito.

Esse post veio inspirado em um dos links do blog: Vida Organizada, na linkagem de domingo, desde que engravidei, decidi que ia ser uma mãe antenada, estudada e que ia fazer tudo de melhor e mais natural para o meu bebê. Eis que a vida lhe prega peças e logo a sensação de culpa invade a cada coisa que faço e que julgaria errada e que em muitos blogs/livros/palestras condenariam. Oras, pois hoje vejo como isso é equivocado.
Lá pelas tantas madrugadas acordada me fixei num pensamento e que hoje faço para mim como mantra: Sou a melhor mãe que a minha filha poderia ter. E porque isso? Bom, porque ela é minha filha, logo sou o melhor que ela poderia ter, mesmo com todos os meus defeitos, medos, vícios de comportamento (como é difícil acordar cedo rs). Tudo bem se eu não quiser seguir a receita da família, ou se eu não quiser colocar aquela roupinha que fulano deu só porque ele deu (já fiz isso e não fiz com gosto, fiquei com raiva porque fiz para agradar, hoje não faço mais isso).
Claro não vou me acomodar só porque tenho esse pensamento, mas o dia em que eu não consegui sair para dar uma voltinha com ela porque estou exausta, ok, nada de se descabelar por isso, vou estender o edredom no chão e vamos brincar de alguma coisa legal!
O que percebo hoje que existe um preconceito enorme na maternidade, todo mundo quer ser melhor do que o outro julga o seu estilo de vida melhor. Foi mãe de cesárea... Que coisa horrorosa! Não amamentou seu bebe... Que feio! Não parou de trabalhar para se dedicar a criança... Que absurdo! Deixou sua criança comer um doce... Com certeza será obesa!
Fico pensando onde iremos parar, uma nova inquisição pela maternidade perfeita! Se você não se encaixar nos padrões será queimada na fogueira em praça pública!
Tenho muito que caminhar nessa vida de mãe, afinal a minha pequena tem só 5 meses e hoje me policio em vez de olhar para a maternidade alheia buscando algum defeito (que parece que é isso que as pessoas fazem) vou me concentrar na minha maternidade e ser o melhor dentro do meu mundo.


Beijos a todos!

Nenhum comentário: