segunda-feira, 30 de junho de 2014

A poda da sociedade


Aqui um texto que escrevi a um tempo atrás, era para ser sobre a poda da sociedade e acabou saindo mais como a poda da minha pessoa no trabalho, mas achei que ele merecia ser publicado também,  pois é uma visão de como me sinto onde estou agora... um cisne negro dentro de uma lagoa de cisnes brancos e cinzas. Só que ainda não me encontrei cisne negro, apenas como um ser diferente deles.

"Como contei em alguns posts anteriores,  estou grávida então preciso ficar quieta nesse novo trabalho,  mas nossa como é difícil!

Me sinto sufocada pelo ambiente e pelas pessoas.  Vetada e podada constante,  tenho certeza que não me encaixo no ambiente e agora não posso sair.

Estou com toda a minha vida em dúvida,  sem sonhos previstos, uma trajetória a seguir.  Atualmente só tenho desempenhado meus papéis obrigatórios,  sem uma perspectiva. 
Sei que preciso reverter esse quadro. Ter um norte para saber por onde seguir.  Em breve cena dos próximos capítulos. "

Até mais pessoal!

Um comentário:

Fê Dutra disse...

Hellen, com a chegada de uma nova vida o foco tem que ser você. Esqueça os outros, pois trabalhos vem e vão.
Força e fé!
Um beijo