sexta-feira, 6 de junho de 2014

Gosto não se discute

Foco; Foco; Foco;

Comecei o post com essa palavra repetida porque são 00:03 e só agora pude passar a limpo o que havia escrito para ir ao ar a quinta feira, mas como ainda não dormi, pra mim está valendo. Estou começando a escrever tão tarde porque esta no meu momento dona de casa, mãe e esposa.. .e quer saber descobri que amo isso! Exato. Amo ser dona de casa.... mas vamos desde o começo.

Hoje foi o meu retorno ao trabalho, depois de 60 dias afastada, posso dizer que me conheço ainda mais do que antes. Gosto de ser dona de casa, mãe e esposa e me realizo fazendo exatamente isso.

Não é ficar de pernas para o ar só cuidando das crias não. É ficar na labuta de Amélia - limpar; faxinar; preparar as refeições... essas coisas que cabe a função

Descobri que isso me resulta satisfação no fim do dia, sim existe o cansaço, a repetição enjoa ( sabe... catar dez vezes a mesma meia que milagrosamente tende a ir pro chão), mas me sinto gratificada no fim do dia pelo trabalho realizado. Ao contrario do trabalho do escritório que é para mim uma obrigação e mal necessário por precisar contribuir financeiramente para a minha família, ele só me resulta o financeiro porque emocionalmente só que causa irritação, mesmo ao finalizar projetos.

Agora que eu estou a par dessa informação , tenho que repensar  todo o meu futuro e a minha carreira - pois eu seu agora o que realmente me realiza como pessoa. O dia em si não foi tão difícil como eu imaginava, tive algumas crises de ansiedade ao longo do percurso que com um certo esforço consegui controlar.

Eu já tive dias muito piores no trabalho, de precisar me trancar no banheiro pois não conseguia controlar o pranto, já tive dias mais longos, outros mais curtos. Esse até que foi razoável, afinal consegui me controlar então o saldo já pode ser considerado positivo.

Preciso apenas conseguir manter o foco a calma e pensar na minha gravidez, na minha filha e todas as responsabilidades que eu assumi e que agora preciso arcar, até o meu bebê nascer.

São 14 semanas e contando!

E sim assumo que adoro um papo de mãe e Amélia e meu sonho de consumo é poder cuidar somente do meu lar, afinal gosto não se discute!

Um comentário:

ana maria disse...

oi querida. trabalho fora e gravidez ñ é fácil. Me cadei no ultimo ano da faculdade mas já sabia q ñ trabalharia como assistente social. meu sonho era ser dona de casa. meu marido gostou da minha decisão e ja estou completando 25 anos em janeiro próximo. os filhos tenho um casal são uns amores. muito bem criados sei q dei o melhor de mim pra família Muitas horas o salario q seria meu faz falta. Algumas vezes me sinto uma pessoa de outro tenpi. a ultima de uma geração. Pra minha filha peço q estude muito e tenha independência. Pese bem tudo, ñ é uma decisão facil. mas é prazeirosa. bju querida.
ana do jeito de casa