sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Desafio: 60 dias sem comprar.

Não adianta, para implementar o minimalismo é necessário rever o conceito de comprar, se a minha mãe ler isso ela irá me dizer que eu não compro muito e até que eu sou mão fechada, mas o meu principal problema não são as compras necessariamente dito, são as compras realizadas por impulsos, essas são as piores compras e estou revendo meus conceitos com dinheiro e os gastos desnecessários.

Com o desejo de me organizar e ter uma vida mais fácil, fui consumindo várias informações sobre organização e junto com elas foram aparecendo conteúdos sobre vida organizada, vida minimalista, vida mais simples e assim esse estilo de vida passou a cada dia mais me cativar pela vida mais leve. Saber onde estão as minhas coisas, elas estarem de fácil acesso, economia de tempo e aos poucos passei a aplicar alguns fundamentos da vida mais simples e comecei a destralhar meu lar, minha vida e principalmente meus sentimentos.

E nada adianta buscar esse equilibro do ter e ser e continuar consumindo de forma irresponsável. Como continuar comprando se o intuito é diminuir o que tem? Em época de crise financeira e grana escassa parece ser um trabalho muito fácil, mas não é, muitas das compras são resultado de impulsos de origem emocional e passamos a ser mais um colecionador de roupas e objetos do que qualquer outra coisa. Quantos pares de calças precisamos? De sapatos? E a lista não fica só em itens de vestuários não. Quantos cremes de cabelos, esmaltes, canecas, para quem ama itens de papelaria quantas canetas precisamos, post its, bloquinhos coloridos?

Quanto das nossas compras são itens que realmente estamos precisando? Opa tenho somente uma calça jeans no armário e ela sujou hoje e preciso estar usando uma amanhã no emprego e você olha no armário e tem nada menos que dez pares de calças jeans que estão ali guardadas sem uso, a era promoção, o preço estava incrível, a e se eu precisar. ( Caso  fictício, eu não possuo nenhuma calça jeans, quando retornar a trabalhar fora de casa, talvez eu precise de uma). E ir na farmácia porque está sem desodorante e levar um vidrinho de esmalte e não ficar com peso na consciência porque ele custa três reais? Essas pequenas compras aliviam o nosso senso consumista, custam pouco a curto prazo e não fazem a gente enxergar o que realmente gastamos e como aliviamos nossas pressões diárias nas compras, sejam elas pequenas ou grandes.

Então vamos as regras:

- Itens de higiene pessoal ( aqui só se acabar algum item que eu não tenha em casa e seria tipo; desodorante, shampoo ou creme de cabelo);
- Itens para as meninas;
- Caso neste período tenha algum aniversário, presentes para o aniversariante;
-Itens do aniversario da Melissa que estou organizando.
- Bom resumindo um item que seja extremamente necessário para a nós ou para a casa

Será uma especie de Detox de compras e quero observar meu comportamento em relação a isso, como fico sem essa válvula de escape que é o ato de comprar/consumir. Vale lembrar também que sou eu que estou entrando neste desafio é um projeto pessoal então as pessoas ao me redor não estão participando, então não tenho como impedir caso o meu marido queira comprar algo, mas eu não pedirei nada e também não irei induzir falando que gosto do objeto x ou y.

Não vou afirmar que é um novo rumo de vida para mim, mas escolher um estilo de vida mais minimalista não combina com compras desnecessárias, eu diria que tudo isso é um amadurecimento de muitas idéias e convicções que com o passar do tempo parecem mais verdadeiras do que as que eu vivo hoje, eu não perco nada experimentado um novo estilo de vida que me parece mais atraente e posso ganhar muito com ele e se caso algum dia ele me parece enfadonho, porque não mudar novamente? No fim das contas a graça da vida é poder experimentar e se permitir mais.

Até mais com o desafio, o diário deste projeto será postado às sextas feiras então não percam em como será para mim ficar esses dias sem comprar!


Um comentário:

Reformando a dois disse...

Adorei o desafio Helen ... Há um tempo venho pensando nesta questão do minimalismo ... Estamos planejando nos mudarmospara outro ape até o final do ano e percebi quanta coisa acumulei nestes últimos anos. Seria uma excelente oportunidade de praticar o minimalismo .... o meu desafio maior nem seria as novas compras, isso eu administro bem , mas sim me desfazer de parte das coisas que já tenho. Acumulei roupas, sapatos, livros, material de escritório e por aí vai.