sexta-feira, 30 de outubro de 2015

60 dias sem comprar #2

Não comprar por 60 dias pode parecer loucura e no fundo é sim e sabe porquê? Não comprar mexe com todas as nossas formas de escape, como lidamos com o dinheiro e como vemos a nossa posição na sociedade.

Me diz o que você faz no seu tempo livre? Vai ao mercado abastecer a casa? Vai ao shopping bater perna para passar o tempo? E quando a proposta é justamente ficar sem comprar e você passa a repensar todos os seus passeios e excluir aqueles que podem fazer cair em tentação à toa? Qual passeio que sobra?

Ficar sem comprar mexe nessas pequenas estruturas do dia a dia e não comprar é um aprendizado diário, desapegar desses conceitos e percepções deixa espaço para coisas diferentes aparecerem na nossa vida.

Visitar um museu, ler mais (quantos livros comprou e até agora não leu e se o tempo usado em comprar desnecessárias você usasse para ler, nem que fosse uma página por dia e aqui vale qualquer tipo de gênero literário, gibis, revistas, qualquer coisa que te faça sair da zona de conforto). Nós temos substituídos esses passeios por buscar áreas abertas ou espaços nos quais as meninas possam brincar livremente

Quanto coisa foi comprada e nunca foi usada, as coisas estragaram ou passaram do prazo de validade pois a quantidade de cosméticos estavam abertos e a muito tempo e de aparência duvidosa. E isso me leva a um outro quesito, quantas vezes priorizamos quantidade ao invés de qualidade e quando realmente queremos um bom produto de qualidade, mas ele é caro e se não tivéssemos gastados em tantas besteirinhas e talvez comprar aquele item de qualidade e de desejo poderia ter sido mais fácil?

Comprar tem muito do psicológico mesmo, quanto mais leio sobre o minimalismo e vejo vídeos tour sobre esses espaços e penso o quanto gostaria de ter um lugar assim para mim e entro em contradição por gostar de miudezas de decoração e de objetos de coração? Então a minha resposta temporária e comprar o menos possível e talvez me aproximar mais daquilo que tenho me tornado.

Quanto mais eu pesquiso e mais estudo sobre o assunto, mais tenho vontade de aprofundar sobre o assunto minimalismo e desejo conter os desejos de compras desnecessárias, é uma busca interior onde brigamos com o nosso interior e influi diretamente com o que consumismo.


E olha o sincronismo do universo fluindo, seguindo a @jureeduca e a @patriciapirota elas estão nessa mesma vibração de desapegar e deixar a vida fluir mais leve e editando esse post entrei em contato com esse vídeo com o tema “desapega, desapega” e resolvi ilustrar aqui, conhecimento nunca é demais.


quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Crepioca : Fácil e gostosa!

Oi Todo mundo

Hoje quero passar uma receita coringa que passei a fazer aqui em casa para o café da manhã, mas dá para fazer naquele fome à noite e até num almoço rápido com muita salada

A crepioca nada mais é fazer um bom omelete e usar a goma da tapioca para enriquecer a refeição e dar uma certa sustância, aqui em casa substituímos o pão e agora só quando bate  aquela vontade irresistível mesmo.

Vamos a receita (se é que dá para chamar de receita):

- um ovo

- duas colheres (sopa) rasas de goma de tapioca

-tempere a gosto ( sal, pimenta, orégano e outras ervas)

Modo de preparo:

Basta bater numa tigela para misturar bem os ingredientes ou até mesmo colocar por 1 minuto tudo no liquidificador. Vai da sua preferência eu bato a mão mesmo.  Quando a mistura estiver homogênea, coloque numa frigideira pré aquecida (eu não uso nenhum tipo de gordura para untar a frigideira) Tampe a frigideira e aguarde as bordas ficarem douradas para virar. Quando crescer está pronta.

E dá para brincar com essa receita, você pode rechear como se fosse um crepe, usar tomatinhos picados, queijo magro, peito de peru, cebolinha, eu não uso sal, no começo sentia falta, mas já habituei meu paladar e agora não faz mais parte dos temperos que eu uso nessa receita. 

Eu já usei até espinafre e couve para rechear e fazer da crepioca minha refeição noturna, ela fica bem saborosa e quentinha fica parecendo um pão de queijo, com recheios ou temperos e até apenas só com o ovo e a tapioca, fica muito bom e uma opção a mais para um café da manhã ou lanche diferente se você assim como eu prefere opções salgados do que os doces.


crepioca com cebola acompanhada de pure de beterraba com cenoura.


crepioca com ervas e recheada com peito de peru e queijo minas


quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Resumão do mês de Setembro

Oi todo mundo

Que delicia de mês foi esse pra mim viu, ele começou cansativo e bombando de novidades para mim e quer saber, prefiro assim um ritmo mais frenético e com gostinho de que a vida foi bem aproveitada.

Academia

Meu aníversário está ai batendo na porta e quis iniciar meus 31 anos com muito mais disposição e saúde e inicei a musculação... pra que minha gente eu inventei de sair do sedentarismo e levar uma vida mais saudável,mas falando sério judiei de mim e fui judiada e com muito gosto, não perdi um dia e fiz acrobacias para comparecer a esse novo item da minha lista que resolvi encarar como obrigação, tanto que fui malhar as seis horas da matina em pleno sábado só para não atrasar a viagem ou perder a  aula.

Isso me leva a um item muito importante preciso de tênis novo para malhar o meu está um caco.




Melissa completou um aninho de vida

E para uma mãe que adora artesanato isso significa que trabalhei muito neste mês para realizar uma festinha familiar para a minha pequena, foi apenas para as pessoas de casa mesmo, mas recheada de muito amor e todo o carinho que a minha pequena merece. Assim como a irmã ela é muito especial pra mim (como todo filho deve ser para seus pais) e agradeço todos os dias pela minha pequena ter uma irmãzinha é lindo ver o amor delas e o companheirismo se desenvolvendo todos os dias.



Viagem com a família

Teve pé no chão, muito verde, energias recarregadas e roupas imundas cheias de barro e vários corações leves e alegres por tanta farra, não é fácil sair de casa e completamente da rotina, entretanto é delicioso ir para um lugar onde as meninas tenham tanto contato com a natureza e liberdade para correr e brincar como antigamente e para mim foi revigorante tocar os pés no chão e comungar com a natureza. Uma pena que choveu praticamente o tempo todo e com isso diminui as brincadeiras externas, mas valeu a pena mesmo assim sair da selva de pedra, eu não tirei fotos nesse período e nem fiquei no celular ou na internet aproveitei para ler bastante e ficar off.


Última semana do mês.

Me reservou como surpresa uma intensa maratona de maternidade, estava finalizando a festinha da melissa e ela adoeceu, claro que a vida parou até a saúde da pequena estabilizar, a academia ficou de lado e me dividi aos cuidados das duas filhas, também dormi muito mal e passei dois dias inteiros em claro me deixando um bagaço (e com um humor daqueles).

Ela passou uma semana com febre intensa e me revezava nos cuidados dela e da Alice, quando uma dormia a outra acordava e eu não podia deixar a Alice de lado também né, ainda bem que depois de uma semana ela ficou bem e fiquei mais tranquila.

O blog.

Está cada vez mais organizado e estou conseguindo manter ele no ar, aos poucos as postagens ficarão cada vez mais definidas e alinhadas com os meus projetos que quero desenvolver aqui, algo a ser melhor desenvolvido por aqui é a divulgação do blog (de forma limpa e agradável,  nada daqueles "oi segue meu blog").


Ter postagens agendadas me salvaram neste mês que acabou sendo tão atribulado e como foram muitos imprevistos, os agendamentos permitiu que o blog continuasse ativo, mas não era bem isso que eu pretendia. Espero que o mês de outubro seja melhor para o desenvolvimento do blog.

Bom essas foram as coisas mais relevantes para o blog no mês de setembro, espero que tenham gostado e deixem seus comentários no blog!

Até mais.


terça-feira, 20 de outubro de 2015

Retorno a programação normal do blog.

Gente que saudades eu estava de escrever no blog e produzir nem que fosse por alguns minutos do meu dia, algumas palavras dedicadas a este espaço, tive uma série de contratempos inclusive de saúde como vocês poderão ver no resumo do mês de setembro que deram uma desestabilizada na programação do blog, ele só não ficou por mais tempo parado porque eu já tinha deixado umas postagens programadas e isso me salvou nas turbulências para que o blog não ficasse completamente esquecido.

Mesmo assim senti muito falta de atualizar o blog com os assuntos que estavam acontecendo naquele momento, escrevi muita coisa no Evernote para que eu não perdesse o assunto e com isso ele valeu mais um post para mim, pois agora passei a usá-lo como ferramenta para as minhas postagens por aqui, afinal ele está instalando no meu smartphone e como sempre estou com ele, agora não perco as minhas ideias por perder os papeis de rascunhos que eu achava no meio do caminho.

Amanhã eu vou colocar no ar o resumo do mês de setembro e já estou escrevendo os outros posts da semana assim muito em breve estarei com o blog nos trinks de novo.

Vai ter post sobre a minha ida a academia, glúten, sobre minha saga sem compras e em breve um post recheado de amor sobre o uso do sling, modelos e formas de usar, esse vai ser o post que irá demorar um pouquinho mais pois estou procurando dados mais específicos e pretendo fazer um vídeo de como vestir, tudo preparado com muito carinho do jeito que eu gosto então espero que vocês gostem também.

Então deixa eu me despedir por aqui pois eu tenho muito o que produzir. 




Até amanhã!

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Lista dos sonhos



Oi Todo mundo

Pensando sobre sonhos, descobri que existe uma grande diferença entre acreditar em sonhos e saber que eles existem, a partir do momento em que se acredita neles passamos a buscar com todas as nossas forças a concretização dele. Se frustar faz parte e é justamente neste pedaço da história que devemos nos apegar. Não desistir quando as coisas não saem bem do jeito que desejamos e ainda sim continuar buscando as nossas realizações.

Passei por uma fase muito difícil e quando ela passou eu simplesmente não sonhava mais e isso passou a tornar o dia pesado, não é que eu não tivesse mais alegrias, mas eu havia parado de acreditar em mudanças e sonhos e isso passou a pesar em mim, afinal sonhar é acreditar.

Aí o estalo aconteceu sonhar+acreditar+mudança=realizações

Inspirada nos textos sobre sonhos, aqui vai a minha lista das alturas

  • Conhecer Campos de jordão (só não consegui decidir se no Natal para ver o Festival da Luz ou no Inverno);
  • Conhecer a Disney com minha família;
  • Ter uma casa maior, com espaço para o canto do escritório do marido e com o meu tão sonhado closet/home office;
  • Fazer minha desejada faculdade de psicologia
  • Ter o meu jardim de ervas, para utilizar em receitinhas em casa. Comidinha mais saudável e orgânica;
  • Fazer um retiro espiritual;
  •   Passar num concurso público e assumir o cargo (já passei em alguns, mas nunca tive a coragem para assumir).

colocar os sonhos no papel ajuda a descobrir os passos necessários a serem realizados para conquistar o objetivo final!

E não são coisas tão impossíveis assim, elas dependem exclusivamente do meu esforço e trabalho, organização e empenho e acima de tudo, acreditar que com o esforço é possível alcançar essa listinha aí de cima e claro não tenho só isso, mas a partir que escrevo, a lista de sonhos se torna um objetivo a ser alcançado, essa agora é a minha tática.

E agora deixa eu tirar meus minutos para mentalizar de forma positiva eu alcançado e os passos necessários para chegar lá e mão na massa para construir a escadaria que vai me levar a cada um deles.

É legal também ter um diário dessa jornada, para que em caso de "fraquejar" você possa ver tudo o que já progrediu e ter forças extras para continuar.

Qual é o seu maior sonho? Está correndo atras disso ou apenas se lamentando porque parece impossível?

Vale a pena refletir seriamente sobre isso.

Beijos e até mais!

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Filhos, não tem como explicar, apenas viver

Eu li essa frase num livro por esses dias e questionei o quão real ela é , seria tão fácil ter uma lista de ingredientes e o modo de preparo bem explicadinho de como é exercer a maternidade. As vezes nem a fórmula que funciona sempre em casa, naquele dia de caos parece fazer efeito.

Um bom vendedor pode fazer um discurso perfeito de como a maternidade é fantástica, agora pede para uma mãe real num dia de coas e ela irá lhe falar "não faça isso, não vire mãe" ( sério já ouvi isso e já pensei em dizer isso, porque mudar o que está bom, como disse uma mãe em dia de caos) , mas se pudessem indagar a muitas mães se elas pudesse, guardar apenas um dia em sua memória seria o dia em que seus filhos nasceram.

A casa não para arrumada, a vida segue em torno das necessidades dos pequenos, desistimos de passeios por falta de infra estrutura, muitas mães deixam um pouco  ( ou muito de acordo com a necessidade) a vaidade de lado e mesmo assim  muitas de nós não trocariam esse título por nada.

E isso porque nem mencionei a delicia de ouvir a palavra mamãe a primeira vez e o caos de ouvir ela a cada cinco segundos  enquanto tenta estender a roupa, tomar um banho e fazer o jantar ( pergunte para uma mãe como é não ter silencio e como o mesmo silencio pode ser apavorante.... Meu Deus o que estão aprontando agora)

E voltando aos ingredientes : caos ( muito ou pouco ele sempre está presente), amor, carinho, cansaço ( esse em altas doses), felicidade nas pequenas realizações e tantos outros que estão presentes sempre em doses variadas, a receita nunca é exata e muito menos os resultados.

A quer saber , esquece! sou só uma mãe divagando na madrugada, com um bebê no colo desejando um gordo pedaço de bolo de chocolate com brigadeiro , já que não tem receita, pra quê dieta rs.


Beijos e até mais!



sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Bodas de Ferro ou madeira, nosso cinco anos de casamento



Bodas significa promessa, votos e hoje eu e meu marido estamos celebrando cinco anos de casados e este ano completamos também dez anos de relacionamento e para colocar mais números nesta historia temos duas filhas, um cachorro e claro a hipoteca, não podemos esquecer da hipoteca rs oras veio tudo no pacote de montar uma casa e uma família



Mas existem tantas outras coisas que não são números, são histórias e sentimentos, dez anos são bastante tempo juntos e já passamos por varias fases um do outro e apesar disso não estamos nem perto de nos conhecer completamente, afinal estamos sempre mudando e se adaptando as novas transformações que a vida pede.






Nos divertimos juntos e aprendi como o senso de humor é importante no dia a dia, aprendi que a vida pode ser mais leve e passar a tarde num sofá conversando sobre um filme tem tanto amor implícito quanto apenas ganhar flores.



E a vida cada dia nos presenteia com bons momentos  para recordar e que venham muitas bodas para comemorar, afinal eu escolhi você para formar essa família linda e viver momentos inesquecíveis!


Credito das fotos : Casa Das Fotos