sexta-feira, 30 de outubro de 2015

60 dias sem comprar #2

Não comprar por 60 dias pode parecer loucura e no fundo é sim e sabe porquê? Não comprar mexe com todas as nossas formas de escape, como lidamos com o dinheiro e como vemos a nossa posição na sociedade.

Me diz o que você faz no seu tempo livre? Vai ao mercado abastecer a casa? Vai ao shopping bater perna para passar o tempo? E quando a proposta é justamente ficar sem comprar e você passa a repensar todos os seus passeios e excluir aqueles que podem fazer cair em tentação à toa? Qual passeio que sobra?

Ficar sem comprar mexe nessas pequenas estruturas do dia a dia e não comprar é um aprendizado diário, desapegar desses conceitos e percepções deixa espaço para coisas diferentes aparecerem na nossa vida.

Visitar um museu, ler mais (quantos livros comprou e até agora não leu e se o tempo usado em comprar desnecessárias você usasse para ler, nem que fosse uma página por dia e aqui vale qualquer tipo de gênero literário, gibis, revistas, qualquer coisa que te faça sair da zona de conforto). Nós temos substituídos esses passeios por buscar áreas abertas ou espaços nos quais as meninas possam brincar livremente

Quanto coisa foi comprada e nunca foi usada, as coisas estragaram ou passaram do prazo de validade pois a quantidade de cosméticos estavam abertos e a muito tempo e de aparência duvidosa. E isso me leva a um outro quesito, quantas vezes priorizamos quantidade ao invés de qualidade e quando realmente queremos um bom produto de qualidade, mas ele é caro e se não tivéssemos gastados em tantas besteirinhas e talvez comprar aquele item de qualidade e de desejo poderia ter sido mais fácil?

Comprar tem muito do psicológico mesmo, quanto mais leio sobre o minimalismo e vejo vídeos tour sobre esses espaços e penso o quanto gostaria de ter um lugar assim para mim e entro em contradição por gostar de miudezas de decoração e de objetos de coração? Então a minha resposta temporária e comprar o menos possível e talvez me aproximar mais daquilo que tenho me tornado.

Quanto mais eu pesquiso e mais estudo sobre o assunto, mais tenho vontade de aprofundar sobre o assunto minimalismo e desejo conter os desejos de compras desnecessárias, é uma busca interior onde brigamos com o nosso interior e influi diretamente com o que consumismo.


E olha o sincronismo do universo fluindo, seguindo a @jureeduca e a @patriciapirota elas estão nessa mesma vibração de desapegar e deixar a vida fluir mais leve e editando esse post entrei em contato com esse vídeo com o tema “desapega, desapega” e resolvi ilustrar aqui, conhecimento nunca é demais.


Nenhum comentário: