quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Simplificando na Cozinha #1

Oi Todo mundo

Hoje eu vim dar uma boa dica que me salva aqui em casa que foi simplificar com as refeições aqui de casa, comida caseira e feita na hora é muito bom, mas nem sempre isso é fácil de conseguir na correria do dia a dia. 

A saída que eu encontrei foi simplificar as refeições, receitas novas e mais rebuscadas eu costumo deixar para o fim de semana, mais precisamente o domingo. que é o dia que eu gosto de ficar em casa com a família, já no sábado gostamos de passear e prefiro fazer refeições praticas nesse dia também.

Comida prática pode ser caseira, saudável e porque não congelada, existe todo um tabu sobre comida congelada, porém se for feita em casa, ela pode ser uma aliada na organização domestica, financeira e lhe render um tempo precioso a mais para estar com a família, cuidar mais de si, ler um livro ou ficar de bobeira no sofá, aquilo que lhe agradar mais.


Montando um cardápio antes de ir as compras:

Talvez essa seja a dica mais manjada da internet e caso queira saber mais sobre isso, só colocar no Senhor Google que tem vários sites confiáveis e de muitas donas de casa contando em como a experiencia deu certo. Pasme ( ou não ) esse método não funcionou comigo e vou explicar o porque, aqui em casa fazemos compras em dois dias da semana específicos na quarta e sexta, esses dias são os da promoção de legumes/frutas/verduras e no outro de carnes (aqui entra a parte de economia doméstica, procurar os dias mais baratos para fazer "render" o orçamento). 

Só que os valores variam muito de uma semana para outra e um ingrediente como por exemplo a batata, em uma semana está aproximadamente cinco reais e na outra quase nove. Então pra mim fazer um cardápio fixo  com  valores tão discrepantes não iria me ajudar na questão financeira, e isso não cabe somente nos legumes, acontece nas carnes também e como cada  uma serve para um tipo de preparo, seria mudar toda a forma de preparo comprar outro tipo de carne.

Conhecendo o gosto da família:

Essa é a dica de ouro, aqui em casa temos gostos variados, mas que no geral são simples e fáceis de agradar e com isso quando estou fazendo comprar sei o que a família gosta de comer e vou me baseando no que temos em casa e no que já tem no carrinho e vou elaborando em mente as combinações que posso fazer com os ingredientes, talvez nessa hora seja bom ter uma lista de compras sim, eu tenho a lista dos itens essenciais para a casa e os itens que eu gostaria de comprar e neste caso observo se vale a pena ou não financeiramente levar pra casa.

Botando a mão na massa:

Vamos para a parte prática do post, eu cozinho, logo existo, bem assim. Em casa gostamos de carnes cozidas e elas são ótimas opções para congelar  e como eu tenho crianças pequenas eu faço com bastante legumes e caldos, assim o jantar fica apetitoso para elas também. Minhas preferidas são carnes moídas e frango - neste caso eu prefiro peito que pode ser desfiado ou em cubinhos.

Porções de carnes cozidas com legumes para as crianças.


Frango desfiado cozido é pratico também, uma boa dica é que quando eu compro peito de frango com osso, corto o máximo que eu consigo montando files e cubinhos, mas não me mato para sair perfeito não, cozinho a parte que sobra com osso e desfio e congelo tudo num saquinho próprio para ir ao congelador ou num pote, quando tenho uma certa quantidade eu posso juntar num prato especifico que queira montar ou até num molho para uma lasanha, arroz de forno, panquecas e por aí vai.

Quando compro sassami ( um corte do peito do frango) ou o próprio peito sem osso, congelo em pequenas porcões temperadas, pois posso resolver fazer grelhado ou na AirFryer ou mesmo assado com batatas (não é a minha primeira opção, mais pra frente falarei do corte que mais gosto para isso).

Bifes : congelo já temperados e em quantidade para duas refeições (almoço e jantar) em saquinhos ziplocs ou em potes de frios o modelo que eu tenho são bandejas que se sobrepões umas as outras com somente uma tampa, eu deixo elas empilhadas no meu freezer, retiro uma por vez e ele fica organizado..



Coxa e sobrecoxa : separo as porções e congela já temperadas, mas maneiro no sal e pimenta pois são temperos que mais se sobrassem ao ser congelados. Esse corte é o preferido para ser assado com batatas e o povo daqui de casa gosta muito.


Frango a passarinho: Também separo em porções separadas e temperadas e uso a Air Freyer para o preparo, não faço fritura em casa, não me agrada o gosto do óleo e muito menos ter que limpar o estrago depois, fora que moro em apartamento pequeno e o cheiro em casa ficaria impregnado.



Dicas :

- Sempre que cozinho em casa, procuro congelar uma quantidade para me ajudar no momento de correria, aqui vale para a mistura e o feijão, arroz e as massas aqui em casa são sempre fresquinhos. Não é todo dia que a mistura é congelada, sempre tenho para me socorrer, mas sempre tem o dia da comida inteiramente fresquinha;



- O jantar da noite anterior pode ser reservado uma porção para o almoço ou vice e versa, veja o que funciona melhor na sua casa, aqui até por tempo, a janta serve de base para o almoço do dia seguinte;

- A cozinha é o coração da casa, ela alimenta a família com amor e carinho, aos poucos descobre o que funciona para a família, o que cada um gosta e porque não abrir um dia para a folga e para cada vez um membro da família escolher o que gosta pode ser a sexta da pizza, sábado do hambúrguer (com muita salada e combinações especiais criadas de acordo com as preferencias), a vida já é pesada e dura o suficiente para que sejamos tão rígidos o tempo todo. vale abrir brechinhas para diversão sempre que possível.

Acabei de perceber que tenho muito mais a escrever sobre isso e o post já está enorme, vou dividir em algumas partes para poder falar bem mais sobre isso, afinal demorei algum tempo de correria para perceber o que funcionava por aqui e acho bem legal dividir essa informação.

Então até mais pessoal, me deixe nos comentários as suas dicas de simplificar a cozinha, ou perguntas que eu colocarei nos próximos posts sobre o assunto.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Resenha : Melancia, de Marian Keyes

Oi todo mundo 

Hoje eu venho com uma  leitura muito rápida do mês foi o livro Melancia da Marian Keyes e foi a versão digital eu sei que é um um livro antigo, já bem rodado pela net, cheio de resenhas por aí e eu nem lembrava mais que ele existia, muito menos que eu tinha ele para ler por computador. Descobri ele numa triagem inicial dos arquivos no computador




Pois bem, li o livro rapidinho, em uma semana. Não sabia nada da historia, só que era gênero feminino. Ri muito com algumas passagens da historia pois são coisas que poderiam acontecer com você ou com aquela amiga sua. e é uma leitura bem suave, para quem tem tempo, provavelmente em um dia termina o livro. Ele narra a historia da personagem Claire, sua aventura na maternidade e seu divorcio, tudo acontecendo ao mesmo tempo.

Muitas vezes enquanto eu lia o livro queria das uns puxões de orelha na personagem e uns bons sermões, mas né quem nunca passou por situações difíceis que não conseguia fazer mais nada alem de se lamentar e ficar com raiva da situação? Em determinadas partes do livro, me irritei com o lenga a lenga da personagem, mas que mulher não se torna dramática e repetitiva em meio a crises.

Claire sente que a única maneira de reverter toda a vergonha de ser traída, abandonada pelo marido assim que voltou da maternidade é deixar tudo para trás e ir morar novamente com seus pais e sua filhinha recém nascida, depressiva, ela luta para se ver como uma mulher novamente e por para trás todo o passado que ela tanto quer esquecer.

Não tenho muito o que falar do livro, gostei da simplicidade dele, foi ótimo variar a leitura um pouco e não ter tantas reflexões a fazer apos a leitura.É aquele livro para passar o tempo e gosto de ler livros assim também, não espero algo profundo demais, serão páginas e mais páginas de puro choro e lamentação, mas algumas risadas podem surgir nas situações cômicas que a personagem se coloca

Até mais pessoal!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

O que fazer com tanto tempo livre

Estou em busca por uma vida mais simples e depois de lançar para mim o desafio de 60 dias sem comprar e precisei remodelar alguns hábitos de casa e entre eles  os passeios que fazíamos.

Um dos passeios que ficou para escanteio foi o shopping, não que eu gastasse horrores ao passear num centro de compras, mas qual o objetivo de ficar andando num ambiente desses se não for para realizar compras e no meu caso poder cair em tentação com itens desnecessários ou me frustrar caso eu me interesse por algo e não levar?

Um tanto chato ficar ali andando e andando sem objetivo nenhum, então tive que focar em coisas novas para fazer com a família no fim de semana para que a resposta automática para o que vamos fazer hoje fosse shopping.

Muitas vezes a desculpa por procurar um shopping ao invés dos lugares ao ar livre eram sempre as mesmas, ambientes controlados (temperatura, espaço, luminosidade, infra  estrutura) comodidade de ter tudo no mesmo lugar, se caso precisasse de algo e faltasse, bastava comprar na lojinha mais próxima (olha o consumismo de novo aparecendo em vez de organizar melhor a bolsa e programar o passeio) e tantos outros que nem lembro agora.

Com esse novo pensamento descobri o SESC, tem infra estrutura e um espaço maravilhoso para as crianças brincarem, uma biblioteca para ler e retirar livros (mais uma forma de economia), a cafeteria possui um cardápio bem mais em conta para aquele cafezinho da tarde.




No SESC também tem várias intervenções artísticas voltadas para as crianças e as meninas gostam tanto que já reconhecem quando estamos chegando, brincam até cansar e toda a energia que não gastam em casa por falta de espaço, gastam lá. A Alice até aprendeu a falar SESC uma graça!




Vale muito o passeio.


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Resumo do mês de Janeiro

E como assim o mês de Janeiro já acabou?

Sério como assim? Pra mim este mês voou e teve muitos dias produtivos e bons, mas muitos dias de preguiça também, dias em família e muitas coisas diferentes rolando em casa.

Estou Adorando escrever para o Blog e cada vez tenho me empenhado mais para escrever melhor, tenho vários posts escritos aqui e alguns desafios lançados para os próximos meses e isso só fez eu gostar ainda mais de Janeiro afinal é ver aquilo que se planeja criando formas e ganhando consistência.

Curso através do Webinar : Continuação do treinamento GTD

Em Dezembro do ano passado eu fiz o curso Level 1 GTD da empresa Call Daniel com a instrutora Thais Godinho do Vida Organizada e neste mês de Janeiro teve dois Webinar com a continuação de alguns temas do curso, posso dizer que foi uma verdadeira aventura fazer isso em casa com as meninas, era on line, porem ao vivo e tive que para várias vezes para atender algumas necessidades básicas das meninas, valeu a experiencia, mas vi que ainda elas são pequenas demais para que eu possa fazer algo assim sem interrupções, tem dias que elas ficam super bem brincando sozinhas e tem outros que elas grudam em mim e eu não consigo fazer nada sem elas por perto.


Diversão em casa:

Teve muito seriado e filme em casa, com direito a barzinho maroto caseiro e teorias da Conspiração graças a Helix, Arquivo X 




Aniversário do Irmão caçula :

Meu pequeno fez 14 anos de idade e me espantei, parei nos doze anos e ele está enorme, um verdadeiro adolescente e ainda vejo como aquele pequeno menino que eu levava para passear ( eu ainda levo viu, porém é maior que eu agora, sou a mais baixinha da família) Ele sempre será meu pequeno.



Aproveitando as férias com as meninas

Fevereiro começam as aulas e já bateu aquela ansiedade de como será esse período de transição, elas ficarão em escolas separadas e isso já dá aquele apertozinho no peito.

Teve muita brincadeira de tinta, passeios pela cidade e queria ter aproveitado mais, sempre fica essa sensação de querer mais não é mesmo

Quem não tem quintal, brinca no corredor mesmo!

Muita farra na casa da vovó!

Primeira pintura no rosto da Alice e ela Adorou!
Teve Muita arrumação pela casa também , joguei muita coisa fora, teve doação de roupas, uma casa mais arrumada e também móveis novos que só devem chegar mês que vem e vou aproveitar e pintar o apartamento .


Meninas sem chupetas

Pois é logo no primeiro dia deste mês começou essa novidade em casa, as meninas estão sem chupetas e em alguns momentos a mãe que vos escreve gostaria de pedir arrego e dar a chupeta de volta, mas o perrengue é muito mais meu do que delas, pois estão se saindo super bem.


Bom gente eu vou ficando por aqui, até mais!