Mostrando postagens com marcador vida minimalista. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vida minimalista. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 13 de abril de 2016

De desfalque em desfalque, vou descobrindo que ainda possuo muito.

Oi todo mundo, como tem passado?

Já falei aqui que o desafio só é valido se possui um bom objetivo para quem o pratica, armário capsula, armário minimalista ou ficar sem comprar só será proveitoso se a pessoa que o faz está curtindo o objetivo de vivenciar a experiencia.

Então por mais que seja modismo (sim ficou famoso, já apareceu em muitos sites e telejornais o assunto) ainda sim é preciso desejar passar por isso e alcançar o objetivo, para participar do desafio basta seguir as regrar do site que mais lhe agrada que também está com os mesmos intuitos que você ou estipular suas próprias regras, mas não é porque é obrigatório que não deve segui-las, é necessário ser fiel a você mesmo.

Quando fiz o post de armário desfalcado, eu não havia feito a ultima limpa que fiz recentemente e retirei mais de quatro sacolas de roupas (aquelas ecobags grandes) tudo bem que até um casaco grosso de pelos e uma manta estavam juntas na sacola, mas eram peças que estavam no meu armário tomando um espaço enorme que me faziam crer que eu tinha ainda mais peças para usar.

Então como escrevi um post de desabafo que achava que não tinha roupas suficientes para estar fazendo um projeto de seis meses sem comprar e ainda pude tirar tanta roupa do meu armário? Simples - existem autos e baixos o tempo todo na vida e as vezes não confiamos no nosso taco e duvidamos de algumas coisas que escolhemos, ainda mais quando essas coisas são novas na nossa vida.

Tirei muito do meu guarda - roupa e sei que tenho muito mais para tirar é um projeto de vida reduzir e o consumo de coisas desnecessárias e viver mais. Ainda compro livos e sempre os comprarei, adoro comprar novas cores de lápis de cor, principalmente quando os lápis chegam no toquinho, não sei o quão minimo chegarei, estou testando os meus limites e me conhecendo para descobrir o quanto basta pra mim. Essa é a chave da questão o quanto basta para você

Para mim meu armário está ficando uma graça, cores ornando entre si, padronizado e nada sem graça, quero sim algumas peças novas e diferentes e o melhor de tudo ficar sem comprar está me obrigando a olhar melhor para as minhas peças, aprendendo a cuidar delas e descobrindo o que realmente gosto, então eu digo sim ao desafio e aos meus projetos pessoais tão diferentes, eles movem de maneira divertida a vida e diversão é tudo.

spoiler do próximo post sobre o assunto.


Até mais!




sexta-feira, 8 de abril de 2016

Sobre ficar sem comprar e um guarda roupa desfalcado.

Oi todo mundo

Com mais um desafio de ficar sem comprar precisei revisar seriamente meu guarda-roupa para ver o que eu tinha e como eu usaria as minhas peças do guarda roupa que estava cada vez mais magro. Veja bem a um tempo que estou reduzindo meu consumo, por não sentir necessidade de sempre estar com algo novo no armário e cada vez que eu leio, pesquiso, estudo sobre organização e minimalismo, sempre acho que tenho demais, mas ainda não cheguei ao nível de ter todas as minhas roupas e acessórios caberem numa unica mala.

Quando engravidei da primeira vez eu já estava com poucas roupas e precisando renovar o guarda roupa e decidi que compraria o mínimo possível e enquanto as minhas roupas servissem em mim, elas eram o que eu continuaria usando, para dizer que eu não comprei nada, eu comprei duas bermudas jeans próprias para gestante ( por uma bagatela de R$ 25,OO cada em alguma lojinha de banca no Brás em São Paulo) e uma blusa rosa bebê bem larguinha e cheia de pregas que permitiram meu barrigão crescer .

35 semanas na segunda gravidez, uso até hoje essa blusa


Quando engravidei novamente eu não havia comprado mais roupas para mim, estava emagrecendo e queria emagrecer mais e havia tomado a decisão que iria esperar mais para comprar novas roupas e com a segunda gravidez o intervalo foi pequeno, utilizei as mesmas roupas e não adicionei nada novo.

Esse vestido continua ótimo, tecido de boa qualidade.

Com isso as minhas roupas estão desgastadas, algumas estavam poidas e quando iniciei meu primeiro projeto de não comprar, meu armário já andava bem desfalcado. Não realizei mais compras para repor e ainda sim vi que tinha bastante roupa para continuar com o projeto.

Veja bem quando descobri o armário cápsula, eu comecei a estudar as roupas que eu tinha, o que eu sentia por cada peça e se eu realmente iria usá-la, em seguida veio a limpa, algumas sacolas e mais sacolas se foram e o guarda roupa não foi ficando mais magro, mas também não estava tão recheado e versátil assim.

A primeira providencia foi experimentar a maioria das roupas ( deveria ter sido todas.mas confesso que as roupas de frio não me convenceram a ser experimentadas com este calor todo) vi o que servia em mim e as roupas que precisavam de conserto e eram muitas, estavam grandes na cintura ou precisam ajustar a barra das calças e assim foi até ter uma pilha de roupas para arrumar, para ficar e para doar.

Agora eu iniciei um segundo desafio de ficar sem comprar, fico pensando se foi a melhor hora para isso, seis meses são muito tempo para um guarda roupa desfalcado, porém meu objetivo é me conhecer melhor e quando voltar a comprar saber meu estilo e voltar a comprar de forma consciente e que as peças combinem entre si.

Porque algumas lições eu já aprendi com esses pequenos desafios que eu já fiz:

- Não adianta comprar uma peça que eu gostei se ela não vai combinar com nada que eu tenho, só irá me gerar mais compras e mais coisas em casa, porque ou a peça vai ficar guardada ou terei que providenciar peças que combinem para poder usar;

- Promoção só é bom se eu conheço o que eu gosto, o que eu quero e sei o que comprar, preços mais em conta nos levam a um consumismo desenfreado e uma grande pergunta de o porque comprei se nem cabe mais nada ? Algo muito importante para pensar na hora de resistir essas grandes tentações

- Qualquer projeto ou desafio só vale a pena se for por você e para você e não por modismo e não por uma rede social ou um blog, eu uso os desafios para me conhecer e testar coisas novas e teorias, se vale a pena faça também, escolha um que a ideia final ( o porque de fazer lhe agrade) se não gosta , não faça só porque todo mundo está fazendo não vale a pena

Bom gente eu vou ficando por aqui essa pequena reflexão veio logo após uma pequena crise de eu não tenho nada para vestir nessa festa que eu vou e logo em seguida pensar uau se eu me mudasse hoje eu teria muito o que fazer para guardar todas as roupas e arrumar tudo na casa  nova então eu tirei a maioria das roupas até achar uma combinação bacana para usar e refleti sobre o meu guarda roupa e resolvi escrever sobre como foi a caminhada do ficar sem comprar e meu guarda roupa até aqui para me lembrar porque mesmo gostando de moda e claro de comprar escolhi fazer um projeto desses pra mim.

Beijos e até mais





quarta-feira, 16 de março de 2016

Vantagens de um armário reduzido

Oi todo mundo

Sim existe beleza e vantagem de possuir um armário reduzido, como já falei algumas vezes aqui, mas não custa repetir, eu não sigo entre todas as linhas o armário capsula, estou buscando cada vez mais uma vida mais simplificada e isso se aplica ao armário minimalista.

Eu já usava um número limitado de roupas, apenas elas não eram as únicas no armário. Passava muito tempo encarando todas aquelas peças e sempre as mesmas eram escolhidas,então coloquei em pratica a limpeza e deixei apenas as peças que eu uso em todas as estações.

Aqui expliquei um pouquinho mais como foi esse processo de destralhar o guarda roupa e porque decidi ficar com mais peças e não aplicar o armário capsula.

Quem não lembra do Closet Sonho de consumo da Carrie Bradshaw em Sex and the City?



Vamos as vantagens:

Não demorar tanto tempo para se arrumar e escolher o que vestir - olha eu até não demorava muito antes porque sempre usava as mesmas opções, porém não rola aquela indecisão de não usar aquela peça que está ali parada ou tentar achar algo de sempre para vestir.

Ter um guarda-roupa organizado : sério isso é vida para uma mãe que trabalha e tem mil coisas para fazer e ainda gosta de blogar, todo o tempo economizado é lucro nessas horas.

Economia doméstica : sei o que tenho, o que vestir e sei o que me cai bem, por isso diminuiu o número de armadilhas de comprar algo por estar em promoção ou achar bonita que não tem nada a ver com o meu estilo ou que eu não preciso.

Saber o que estou vestido : Como sei exatamente o que estou vestindo, minha auto confiança ficam lá em cima, eu não preciso ficar com receio de algo não estar combinando ou a peça não estar me favorecendo, eu sei a minha aparência e acredito nela .

E aí achou as vantagens interessantes? Meu marido chegou a perguntar se isso não seria apenas uma fase e se caso a próxima casa não tivesse um espaço para um closet se isso não mudaria. Eu penso que não. Ter uma vida mais simples e mais minimalista vira um estilo de vida, vamos nos modificando e nos adequando a novos jeitos de viver e as necessidades passam a ser outras, o que vocês acham, esse processo é reversível ? Rs eu espero que não pois a cada passo que dou me sinto muito mais feliz em possuir coisas e não dos objetos me possuírem e me escravizarem nas suas obrigações de mante-los. 

Até mais!



quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Armário cápsula ou armário minimalista?

Oi todo mundo

Sempre falo no blog que eu busco uma vida mais leve, não digo que vou parar de consumir e vou ver com tudo cabendo numa mala, porém quero um consumo mais consciente e quero deixar um legado para as minhas meninas. Quero ensinar através de atitudes e não só de palavras.

Nesse vídeo que eu fiz estou falando um pouco sobre o meu armário que não chega a ser um armário cápsula, mas caminha para um armário mais enxuto.



Beijos e até mais!