sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Fim do mundo?!


E aí o mundo acabou ou não? Não sei quanto a vcs, mas esse zum zum zum todo serviu justamente para uma reflexão de uma música que simplesmente adoro: "O que vc faria se hoje fosse seu ultimo dia?"
E aí se o mundo acabar o que vc faria? Uma boa questão também é : ficaria satisfeito com a sua biografia? Com a sua herança para o mundo?
Com várias perguntas como essa, é que eu iniciei o dia meu dia de hoje e em consequencia comecei a pensar nos meus planos para o próximo anos. E por que não para os meus planos no da seguinte? Tudo bem, a ultima semana de fim de ano é muito corrido, mas e aí? o que realmente vale a pena?Com tantas perguntas, vontade e curiosidades, gerou um pequeno conflito de interesses interno.
Fiquei pensando nas coisas que eu gostaria de fazer, nos lugares que eu gostaria de visitar e em todas as experiencias que eu queria contar e isso me levou a pergunta principal,  oque eu fazia que me impedia de fazer todas as coisas que eu queria?
Dinheiro?.... hummm talvez. Organização?... Pode entrar na lista também. Na verdade são vários fatores que na maioria das vezes deixamos de lado por não querer sair da zona de conforto e entrentar novos desafios (mesmo sendo essa zona de conforto agradável ou não).

Talvez nem tenha sido o fim do mundo ( tá a histeria coletiva sobre o assunto) que tenha causado tanto questionamento, talvez seja a maturidade, a proximidade dos trinta, a maternidade. Na realidade não importa, o x da questão é: E agora, que as perguntas foram feitas, algumas respostas já existem, alguns veus foram retirados, vou deixar do mesmo jeito ou vou correr atras de novos rumos?

Sim, sou uma pessoa que vive se questionando, que vive perguntando oque é certo ou errado, não sei se foram muitos livros lidos, se é a minha natureza curiosa ou se apenas quero entender como o mundo e as pessoas funcionam ( ok isso também é curiosidade). Não em enxergo como uma pessoa estável, calma e no mesmo lugar, sou cheia de mares e sinceramente, já nao me incomoda assim ser tão instavel e desejar sempre mais e ser cada vez mais curiosa. Já aprendi aceitar esse aspecto da minha personalidade, essa Sou eu! Eu em mim .

Nenhum comentário: